Pesquisa personalizada

terça-feira, 28 de agosto de 2007

Elisione

L'ELISIONE:
A elisão consiste na eliminação da vogal final átona de uma palavra, quando a palavra seguinte começa com vogal, para evitar o som cativo que sairía do seu encontro.
O apóstrofo (do grego apòstrophos) é o sinal gráfico que indica a retirada da vogal.
Es.: la anima = l'anima; lo albero = l'albero; una epoca = un'epoca.
a) A elisão deve ser feita:
com os artigos definidos lo, la, com as preposições articuladas que delas derivam e com o artigo indefinido una.Es.:
L'arco (lo arco) / Dell'arco (dello arco)
L'eco (lo eco) / All'eco (allo eco)
L'ordine (lo ordine) / Dall'ordine (dallo ordine)
L'unione (la unione) / Nell'unione (nella unione)
L'isola (la isola) / Sull'isola (sulla isola)
Un'estate (una estate)
Un'oasi (una oasi)

b) A elisão pode ser feita:
1- Com o artigo gli, apenas diante de palavras começadas por i:
Es.: gl'ingegneri, gl'innocenti, gl'invalidi, gl'Italiani.
mas se escreverá sempre:
gli osti, gli arnesi, gli uccelli, gli Ungheresi.

2- Com a preposição simples di:
Es.: d'insieme, d'acconto, d'oro, d'ogni, d'uomo.

3- Com a particella pronominale ci, quando a palavra seguinte começa com e ou com i:
Es.: c'era, c'invita, c'incontrarono,
mas ci não se pode apostrofar diante de palavras iniciadas com a, o ou u:
Es.: ci andremo (e não c'andremo), ci onora (e não c'onora), ci udi (e não c'udi).

4- Com as particelle pronominali mi, ti, vi, ne, lo, la:
Es.: m'apparve, t'accusa, s'accascìo, v'irritai, ce n'è, l'ascolto.

5- Com povero diante de palavras começadas por vogal:
Es.: pover'uomo,
mas se escreverá: povero ragazzo, povero frate.

6- Com questo(a), cotesto(a), quello(a), bello(a), grande(masc. e fem.), santo(a), tutto(a), mas apenas no singular; Com quattro e com quando:
Es.: quest'omaggio, cotest'arma, quell'angelo, quell'aquila, bell'aspetto, grand'ufficiale, grand'ombra, Sant'Andrea, Sant'Agata, tutt'uno, tutt'una, quattr'ossa, quand'anche.

7- Com alcuna, ciascuna, nessuna, buona, mas apenas no feminino e singular:
Es.: alcun'altra, ciascun'ora, nessun'arte, buon'idea.

8- apenas se a vogal final das palavras no plural seja igual à vogal inicial da palavra seguinte e em poucos outros casos em que a palavra termina com as vogais a, o:
Es.: molt'inviti (molti inviti), quand'ecco (quando ecco).

c) A elisão não pode ser feita:
1- com a preposição da:
Es.: da amare, da entrare, da imitare, da ospitare, da uscire;
mas da poderá se contrair em alguns modos adverbiais como:
Es.: d'ora innanzi, d'ora in poi, d'altronde, d'altra parte, fin d'allora.

2- com os artigos, as preposições articuladas e os demontrativos no plural:
Es.: le opinioni
gli eserciti
agli ospiti
negli armadi
sulle opere
dalle entrate
quelle uose
quegli appoggi
queste oche
codeste anticaglie

3- Com a conjunção se, exceto diante dos pronomes io ed egli:
Es.: se andate, se userà, s'io, s'egli.

4- Com as palavras terminadas em che ou ché, exceto se precedem uma palavra iniciada com e, i:
Es.: anche Alberto, perché udiate, benché osserviate,
porém se fala: perch'io, bench'egli.

5- Com o artigo un que é a forma troncada de uno:
Es.: un amico, un erpice, un orco, un incontro, un urlo.

6- Com os pronomes li, le:
Es.: le ammiravo, li ascoltamo

7- Com la, lo, una diante de palavras que começam com i od u seguida de vogal:
Es.: lo iodio, la Iuventus, una uosa, una iena.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário