Pesquisa personalizada

domingo, 16 de setembro de 2007

Troncamento

Il troncamento é a perda de uma vogal ou de uma sílaba final de uma palavra diante de outra, quer comece por consante, quer por vogal.
Es.: buon amico (buono amico); buon padre (buono padre)

É necessário, para que o troncamento seja possível, que a letra precedente da vogal ou da sílaba a eliminar seja: L, M, N, R
Es.: buono amico (buon amico); male d'aria (mal d'aria); sapore acidulo (sapor acidulo).
Se a palavra original tem dois L, ou dois N, se tronca a sílaba final.
Es.: bello (bel); sanno (san).

Não se troncam:
1- as palavras já troncadas ou monossilábicas:
Es.: città, tre.

2- as palavras diante de s impura, z, gn, ps, x:
Es.: uno straniero, quello zotico, bello gnomo, grande psicologo, uno xilofono.

3- os adjetivos femininos que terminam em a, com exceção do adjetivo sola na espressão "una sol volta":
Es.: sola amica; dura educazione; precisa idea.

4- as palavras no plural:
Es.: gentili espressioni (e não gentil espressioni)

Se deve troncar:
1- a palavra uno e os seus derivados: alcuno, ciascuno, nessuno, ecc. e a palavra buono.
Es.: un anno, alcun premio, ciascun alunno, nessun elemento, buon amico, buon ragazzo.
Mas eles se apostrofam, no feminino, diante de vogal.
Es.: un'eclise, ciascun'edicola, nessun'orma, buon'azione.

2- as palavras quello, bello, santo, grande (grande se tronca também no feminino), que diante de consoantes se tornam:
quel letto, bel figliolo, san Giorgio, gran cortile (masculino), gran chioma (feminino).

3- a palavra suora diante de vogal ou consoante.
Es.: suor Angelica, suor Gertrude.

4- a palavra frate diante de consoante e não de vogal.
Es.: fra Cristoforo, fra Galdino.

5- as palavras tale, cotale, quale, ora e seus derivados, allora, ancora, talora.
Es.: tal opera, tal coraggio, cotal affetto, cotal cortesia, qual era, qual saggio, or ecco, or dunque, allor usciti, allor giunti, ancor avanti, ancor quando, talor esposti, talor liberi.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário