Pesquisa personalizada

domingo, 1 de março de 2009

I verbi ausiliari

Os verbos “essere” e “avere” são ditos ausiliari (do latim auxilium = aiuto) porque têm a particular função de dar auxílio a todos os outros verbos na formação dos tempos compostos.
Esempio:
Non abbiamo ascoltato i vostri consigli e ci siamo trovati in difficoltà.
Nem sempre, porém, os verbos essere e avere são usados como auxiliares, mas têm também valore assoluto, como verbos em si e possuem uma conjugação própria; em tal caso indicam respectivamente um stato o modo di essere (=essere) ou il possesso (=avere). Esempio:
Dio è (=esiste) in cielo, in terra e in ogni luogo.
Io sono (=sto) in classe.
Tu hai (=possiedi) un quaderno ordinato.
Voi avete (=possedete) una bella casa al mare.
O verbo essere tem, além disso, a função de copula entre o sujeito e o nome do predicado (verbo de ligação). Esempio:
Quel libro è (=copula) interessante.
La formica è (=copula) un insetto laborioso.
ATENZIONE:
O verbo “avere” se usa como ausiliare dos verbos:
a) transitivos de forma ativa: Egli ha scritto.
b) e de alguns intransitivos: Tu hai cenato?
O verbo “essere” se usa como ausiliare dos verbos:
a) transitivos de forma passiva: Noi siamo temuti.
b) transitivos de forma reflexiva: Tu ti eri pettinato.
c) e de quase todos os verbos intransitivos: Io sono arrivato.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário